quarta-feira, 6 de outubro de 2021

missa da meia-noite (netflix)

  

[ muito bom ]

título original. midnight mass.

género. terror. drama. mistério.
episódios. 7 (7h 30min)
ano.
 2021

realização e argumento. mike flanagan.

protagonistas. hamish linklater. katie siegel. zach gilford. samantha sloyan.
sinopse. a pequena comunidade da ilha de crockett tenta lidar com a chegada do carismático padre paul e uma sucessão de acontecimentos inexplicáveis. [imdb]
 
---

missa da meia-noite é o mais recente projecto do realizador mike flanagan, responsável por êxitos como hush, doctor sleep e the hunting of hill house (2018).


a série começa bem, com suspense bem doseado e apresentação dos ilhéus de crockett. 
 
temos o regresso de um habitante recém-saído da cadeia e as tensões que daí advêm - num local onde toda a gente se conhece e sabe da vida alheia -, com a chegada de um novo padre, jovem e com um estilo pouco tradicional. paralelamente, alguns eventos dramáticos destabilizam a tranquilidade aparente e agitam as relações entre os ilhéus.
 
 
missa da meia-noite lida com vários temas pessoais do realizador e argumentista, que foi acólito, cresceu num lar religioso e é um ex-alcóolico, tudo situações exploradas na série. numa entrevista, flanagan disse que escreveu sobre as coisas que realmente o assustam.
 
os elementos de terror são usados de uma forma eficaz e sem recorrer aos truques habituais de sobressalto (jump scares), um trademark de mike flanagan. a cinematografia é excelente, e o elenco é forte, com vários actores fétiche do realizador. menos conseguidos são alguns diálogos, uma boa parte das quais são citações de passagens bíblicas ou longas tiradas filosóficas, que são menos vezes oportunas do que mais.

 
não há como negar a qualidade de uma série tão atmosférica e bem explorada como missa da meia-noite. parte da pontuação é inflacionada pela mestria de uma construção sólida da história e dos cenários e da utilização de lendas e mitos. 
 
se ainda forem a tempo, aconselho a que não vejam trailers muito longos nem leiam sobre a série; deixem-se surpreender e desfrutem - vão apreciar muito mais os conflitos e reviravoltas. 

»»»
. we tend to dislike mysteries. we feel uncomfortable not knowing. the more that we know, the more less we bend. the more brittle we become. the easier to break .
»»»

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...