sábado, 27 de novembro de 2021

squid game (netflix)

   

[ muito bom ]

título original.
ojing-eo geim ("jogo da lula").
género. acção. drama. thriller.
episódios. 9 (8h 08min)
ano.
 2021

realização e argumento. hwang dong-hyuk.

protagonistas. lee jung-jae. park hae-soo. jung hoyeon. heo sung-tae. oh yeong -su.
sinopse. centenas de pessoas endividadas participam num jogo de sobrevivência com um prémio milionário. [imdb]
 
---

squid game é uma série sul-coreana que quebrou recordes de visualizações e atiçou controvérsias pela violência presente em várias cenas. 
 
nas últimas semanas, qualquer pessoa com uma conta numa aplicação de social media, acesso a jornais e/ou ao netflix, terá visto/lido/tido como sugestão squid game ou algo relacionado ao seu universo.


a série começa focada numa personagem, num tom cómico-trágico. pouco depois, esse homem torna-se um entre dezenas de outras pessoas, todas classe baixa ou média, endividadas até aos olhos e desesperadas por dinheiro, que incluem desertores da coreia do norte, criminosos, viciados em jogo/drogas, etc. 
 
mesmo para quem não viu a série nos primeiros dias em que saiu - e a breve descrição era clara que a história era de sobrevivência -, é altamente improvável que quem comece a ver squid game pense que vai ser uma série de tom brando, de interajuda ou superação. isso são temas secundários (não menores), visto que o enfoque é no impulso capitalista e de ganhar a todo o custo. o que equivale a dizer, neste contexto, que quem fica para trás, não sobrevive.
 
 
há ainda uma história paralela à principal - onde os concorrentes se batem entre si pelo prémio final (sobreviverem + arrecadarem um jackpot fabuloso) -, que é a de um polícia que se infiltra no complexo onde decorre o "jogo" e nos mostra os bastidores da operação. permite-nos ver o nível de organização e complexidade envolvidos; também nos mostra como todos os anos há uma edição de squid game, tal é a quantidade de potenciais concorrentes.
 
é bastante interessante a forma como a série retrata os concorrentes, a maioria constituída por pessoas sem nada a perder, dispostas a tudo para sobreviver, incluindo pôr de lado valores de lealdade e integridade. o protagonista da série é inicialmente retratado como um jogador inveterado, pouco merecedor da nossa simpatia. mais tarde, percebemos que foi vítima de um despedimento colectivo que o privou de um salário digno. isso cimenta a sua imagem de "boa pessoa" e de "justo vencedor", o único concorrente que se precocupa com os outros e que acredita que ninguém é descartável.

 
as metáforas em squid game não são subtis. a crítica ao sistema capitalista é feita sem qualquer nuance. o retrato dos vip que financiam o jogo é estereotipado. não é uma série perfeita, é uma série muito forte, no seguimento de várias obras de ficção que lidam com a desigualdade social e a concentração da riqueza e poder num pequeno grupo de pessoas (battle royale; hunger games; us; parasite; snowpiercer).
 
squid game é uma série excelente, com um óptimo elenco, um argumento interessante e um ritmo adictivo q.b. cinco estrelas também para a estética: cenários e a paleta de cores, dominada por verdes, rosas, amarelos e vermelhos. 
 
com um tom fortemente crítico de uma sociedade sobre-endividada, lida com temas sensíveis, claramente dirigido a um público adulto. o "final feliz" deixa-nos a pensar muito tempo depois dos créditos acabarem.  

»»»
. life is like a game, there are many players. if you don’t play with them, they’ll play with you .
»»»

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...