quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

veio do outro mundo







título original. THE THING

realização.
john carpenter.

argumento. bill lancaster.
protagonistas. kurt russell. keith david. wilford brimley.
género.
terror. ficção científica.
duração. 109 min
ano.
1982

sinopse. um grupo de cientistas destacados na antárctica depara-se com um alienígena que assume o aspecto daqueles que mata. [imdb-do-filme]



avaliação
[ muito bom ]

crítica. the thing / veio do outro mundo é um dos trabalhos maiores de john carpenter, que já assumiu que este foi o filme que mais gozo lhe deu fazer. adaptado de um conto de 1938, intitulado who goes there?, de john w campbell jr, já foi alvo de três adaptações ao cinema, todas em décadas diferentes e igualmente bem sucedidas.

a história passa-se na antárctica, onde um grupo de cientistas americanos se prepara para uma tempestade polar que os vai isolar (ainda mais) do resto do mundo. ao mesmo tempo, descobrem que um organismo extra-terrestre se infiltrou no posto e assumiu a forma de alguns deles, constituindo uma ameaça se conseguir chegar à civilização. sem saída, os homens tentam descobrir quem foi "possuído" e matá-lo, instalando-se a paranóia e a desconfiança.

apesar dos efeitos especiais pioneiros, algumas cenas não resultaram muito bem...

para um filme de 1982, the thing / veio do outro mundo é excelente, com efeitos especiais de ponta e um visual extremamente bem conseguido, que envelheceu muito bem (e poderia ter envelhecido ainda melhor não fossem os penteados e alguns adereços de moda).

o clima de isolamento e desespero está bem patente e o filme avança a bom ritmo, com uma história interessante. kurt russell está fantástico como mcready e o elenco acompanha-lhe a passada, retratando bem o desespero. deste lado, não sabemos quem é quem e envolvemo-nos com gosto na acção
.


a música é atmosférica qb e acompanha na perfeição o crescendo da tensão no ecrã; o argumento é inteligente e bem estruturado; conseguimos perceber que o alien quer viver e que faz tudo para o conseguir, mas os humanos não lhe facilitam a tarefa, tornando a acção apetecível de se seguir. no geral, um filme muito bem conseguido, com um desfecho que se adivinha mas que não deixa de ser bom.

um filme de culto, absolutamente indispensável
.

»»»
i know I'm human. and if you were all these things, then you'd just attack me right now, so some of you are still human. this thing doesn't want to show itself, it wants to hide inside an imitation. it'll fight if it has to, but it's vulnerable out in the open. if it takes us over, then it has no more enemies, nobody left to kill it. and then it's won .
»»»


2 comentários:

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

hehehe... lembro-me deste filme :) Já tem uns anitos :)

Barroca disse...

é um clássico (soa melhor que dizer que é velho como a sé de braga! ok, nem tanto...) ;P

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...