sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

the killing: crónica de um assassinato

  
muito bom ]


título original. forbrydelsen (I)
género. thriller. policial.
episódios.
20

ano. 2007
criado por. soren sveistrup.
elenco principal. sofie grabol. lars mikkelsen. bjarne henriksen. soren malling. ann eleonora jorgensen.
sinopse. o assassinato de uma jovem liceal vai despoletar uma série de jogos políticos, afectando o trabalho dos detectives encarregues do caso. [imdb-da-série]

---

apontamento. há uns meses segui uma "sugestão" do site imdb, que me propunha uma série por ter gostado de um determinado filme. fui pesquisar. a pontuação era muito boa, a sinopse interessante e a origem (dinamarquesa) não constituía impedimento algum. arranjar a série e vê-la foi uma das melhores decisões que podia ter feito... ou não. durante menos de duas semanas andei completamente alheada da televisão e cinema e completamente embrenhada na série; via aos 2 episódios por noite, o que não é pouco, visto que cada um dura entre 56 a 59 minutos. e se valeu a pena... the killing: crónica de um assassinato is da shit!



a série é espectacular, muito bem escrita e com um elenco de actores de se lhe tirar a cartola. cada episódio equivale a 24 horas, sendo que a investigação policial dura 20 dias que (os 20 episódios da série).

a acção começa com a detective sarah lund a preparar os últimos dias de trabalho na polícia judiciária dinamarquesa, antes de se mudar com o filho e o noivo para a suécia, para onde pediu transferência. o substituto de sarah, o detective meyer, já chegou ao departamento e quer ver a colega pelas costas e começar a fazer nome. porém, o assassinato de uma jovem de 19 anos vai alterar os planos de toda a gente.

sarah lund, uma verdadeira workaholic, vai ficando cada vez envolvida no caso e incialmente é forçada a ficar encarregue dele, mas após o envolvimento do político torels hartmann, candidato à presidência da câmara de copenhaga, decide não sair até descobrir o culpado e obter todas as respostas.

com a introdução do enredo político, adensa-se o mistério da morte da jovem e ganhamos uma perspectiva aprofundada das campanhas eleitorais, com todos os jogos de bastidores que tentam manipular a opinião pública e o trabalho policial.



o elenco de actores é sublime e decisivo para a qualidade de the killing: crónica de um assassinato. sofie grabol é fantástica como sarah lund (as camisolas de malha que usa ao longo da série tornaram-se icónicas), mas o restante elenco é igualmente soberbo. de destacar também a qualidade do argumento: as cenas não são previsíveis nem "fáceis"; este é um thriller adulto, com personagens reais, que nos mantém absortos.


soube entrentato que foi feita uma adaptação americana da série, que já é transmitida em portugal na tv por cabo. pessoalmente o original encheu-me as medidas. quero ver a temporada 2 (dinamarquesa), que já saiu em 2009.

nota: em portugal, a série é/foi transmitida no canal axn.

»»»


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...