terça-feira, 19 de abril de 2011

temor e tremor




título original.
STUPEUR ET TREMBLEMENTS 

realização.
alain corneau.

argumento. amélie nothomb. alain corneau.
protagonistas. sylvie testud. kaori tjusi. tarô suwa.

género.
comédia
duração. 107 min
ano.
2003

sinopse. desde o seu primeiro dia de trabalho na empresa japonesa yumimoto, que a jovem ocidental amélie comete erro atrás de erro. mesmo quando a sua vida profissional entra numa inacreditável espiral descendente, o que ela aprende sobre si própria e os seus colegas é delicioso e ultrajante.


avaliação
[ bom ]

crítica.  temor e tremor é baseado no livro homónimo de amélie nothomb, sobre o qual já opinei no blog bué de livros. influenciada pela boa leitura, tinha expectativas q.b. para o filme. não foram goradas. 

o filme é muito engraçado e proporciona muitos sorrisos e até algumas gargalhadas. a protagonista amélie, apesar de fluente em japonês, é uma leiga no que toca a protocolo e  etiqueta empresarial nipónicos, e passa de intérprete a empregada de limpeza numa sucessão de acontecimentos hilariantes.

porém, está determinada a cumprir o seu contrato de 1 ano na yumimoto e nem a maldade da sua chefe, a gélida fubuki mori, a consegue desmoralizar, levando o espectador  à conclusão de que amélie tem tanto de masoquista como de persistente.



em fubuki mori tudo é proporcional:
beleza e postura, cabrice e crueldade.

há pormenores curiosos no filme e é uma delícia assistir à interacção  (e choque cultural)  ocidente-oriente, e conhecer mais sobre a forma de estar laboral e ética dos japoneses. mais surpreendente é ver a reacção ultrajada dos superiores de amélie quando esta toma iniciativas e mostra entusiasmo, naquela que seria uma forte candidata a "employee of the month" em termos de produtividade e capacidade de trabalho numa qualquer outra parte do mundo. 


a estrela do filme é sylvie testud, com uma amélie fantástica em todos os aspectos; parece que é de outro planeta, basicamente. mas a actriz brilha e bem alto, presente em todos os momentos do filme e assumindo a personalidade borbulhante de uma jovem que quer integrar-se na sociedade japonesa e ser uma nipónica.

é um filme diferente, que não sendo perfeito, cumpre o feito de despertar um sorriso no mais sisudo dos críticos.

»»»






Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...